sexta-feira, 29 de julho de 2011

Review do Episódio 4x05 - Me and the Devil

Antes de qualquer coisa, fangbangers, eu gostaria de me desculpar com vocês pela demora do review desse episódio. Vi no twitter o quanto vocês curtem o que eu escrevo (o que me deixou muito feliz, por sinal) e garanto que não demorarei mais tanto tempo assim. A questão é que o curso de Engenharia ainda me mata, mas enfim... XD


Já que estamos falando de coisas que matam, o que foi essa primeira cena do Tommy dando cabo da família Buscapé, hein? Tudo bem que foi o que nós pedimos desde que eles apareceram na série, mas eu achei meio pesado demais, até pros padrões de True Blood, o filho matando os pais e tal. No entanto, temos que admitir que foi um take super bem feito e imprevisível, e finalmente o papel de tais personagens se justificou.


E eu realmente não entendo o comportamento de certas pessoas. Tipo, até ontem o Sam estava dando tiros na perna do irmão e ameaçando entregá-lo pra polícia, e hoje ele simplesmente o ajuda a dar fim em dois cadáveres. Esses dois tem sérios problemas de personalidade se estão em paz em relação a fazer dos pais comida de krokodiler.


Eu sei que provavelmente sou a única que tô achando essa história da Jessica com o Jason meio sem noção. Claro, é coerente: seu namoro vai mal, aí você dá seu sangue pro melhor amigo do seu namorado e de repente tem o maior clima entre vocês. Eu concordo que Alan Ball teria que fazer algo pra mexer com eles; afinal, um casalzinho feliz para sempre em True Blood é a coisa mais impossível do mundo. Mas essa crise do relacionamento dos dois já tá meio chata, então espero mesmo que Jess e Jason se peguem logo pra pelo menos agitar um pouco isso aí. Nada em especial a declarar sobre a cena do sonho hot, a não ser que, puta merda, ela é gostosa mesmo. Além disso, como spoilers já nos revelaram, nossa baby vamp estará com Jason na noite de lua cheia em que ele se transforma pela primeira vez que, de acordo com o papo da Holly no Merlotte’s, acontece no próximo episódio.


Pras que são team Godric, o sonho do Eric serviu pra pelo menos matar a saudade do "vampiro mais humano" que já existiu. Vou dar uma de Freud agora: o conselho do maker para que Eric bebesse da Sookie foi uma metáfora pro antigo Eric Northman que ainda existe em algum lugar de seu subconsciente, que é vil e manipulador. Porra, falei bonito, não foi? Chupa çamanga, meu povo. E a cena até foi legalzinha. Eu não me importaria NEM UM POUCO em dormir de conchinha com aquilo tudo de homem. Ai, que calor.


Jesus e Lafa estão, como o Zé disse, correndo desesperados de um lado pro outro pra matar cabritos. Sério, os dois mais a Tara parecem crianças quando fazem besteira e ficam com medo de tudo e todos. E eu gosto de ver como dois moradores de uma cabana na roça de Bon Temps de repente arrumam dinheiro pra se mandar pro México atrás de um velho que pode ou não estar vivo e que pode ou não ajudá-los a se proteger da fúria dos vampiros enfeitiçados. Ninguém trabalha nessa bagaça, né?


Eu já estava com saudade da Lettie Mae. Cara, não é todo dia que você vê uma ex-alcoólatra que foi possuída por demônios exorcizando uma casa com a musiquinha de igreja mais irada ever. Se for mesmo o fantasma do Rene rondando a casa (e eu nem acredito, é), ele deve, como eu, ter dado umas boas risadas com esses dois.


E temporada vai, temporada vem, Sookie Stackhouse continua sendo a caipira mais burra que eu já vi na minha vida. Por que essa mardita não consegue simplesmente sossegar a bunda quieta em casa enquanto as bruxas e vampiros resolvem os próprios problemas? Sim, porque ela já foi fuçar a mente da Holly e da Marnie. Acho que vovó Adele nunca disse pra ela que a curiosidade matou o gato. Falando nisso, super criativa a ideia de uma telepata poder ouvir a voz da avó morta através da mente da médium. Curti, Bolão.


Finalmente, descobrimos o motivo da bronca da Antonia (sim, a bruxa espiritual tem um nome) com os vampiros. Os féladaputas dos sacerdotes da Idade Média, vampiros, simplesmente se alimentavam dazamiga dela e, não obstante, botaram-na numa fogueira. Faz todo sentido ela querer fazer com que, agora, Bill, Jess, Eric e cia. encontrem o sol. E como quem toma no cu é sempre o empregado, a Marnie tá lá no porão do Bill agora, e a Pam tá com a cara derretendo. É claro que ela deu muito mole deixando escapar o paradeiro do próprio maker, mas eu acho que é o tipo de coisa que acontece quando se está nervosa com a cara derretendo.


Agora, o ponto alto do episódio, que provocou mais comemorações do que a vitória do Flamengo quarta-feira: o beijo entre Eric e Sookie! Uhuul! Quem não ia querer beijar aquele fofinho com cara de cachorrinho arrependido (e quem diria que um dia estaríamos nos referindo assim a Eric Northman, né?)? E, pela pegada ali na varanda, a coisa parece que vai esquentar e terminar com várias pentadas violentas... Bom, terminaria, né, se o Bill não brotasse do chão pra empatar mais essa foda. Mas essas frustrações fazem parte da vida de qualquer fangbanger.


Waiting sucks, queridos.
Lady ;*

15 comentários:

  1. Otima definição de capitulooo.. Eric com cara de cachorrinho abandonado só me reforça a ideia de adotar animais abandonadosss .. mesmo que eles queram beber meu sangue ;)

    ResponderExcluir
  2. Também achei essa parte do Tommy pesada, até pra TB =/ Mas pelo menos aqueles dois saíram de cena... detestava!
    Essa parte do Lafayette, Tara e Jesus um SACO! Sério!
    ADOREEEEEEEEEI A Lettie Mae! UHAUAHUAHUAHAUHAUH
    E achei muito boa a sacada do Alan Ball da Sookie ouvir a vó pela mente da Marnie!
    Beijo da Sookie e do Eric = <3
    Quero logo o próximo episódio =/
    #WaitingSucks

    ResponderExcluir
  3. Ok, sobre o Tommy e o Sam, primeiro, eu acho estranha a relação dos dois, realmente essa coisa bipolar dos dois (principalmente do Sam) está meio que enchendo o saco. Eu gostava mais do começo quando o Sam não era tão raivoso assim, se bem que dá pra gostar de ver ele todo 'badass'. Tommy, Tommy, muito bem feita a cena da morte dos velhos, mas, não precisava matar os dois, só o Joe Lee, a mão do Tommy poderia ter sido... salva, dava pra ver que ela amava o filho, apesar de tudo. Agora, só eu que estou me preocupando com toda aquela história da Luna sobre se transformar em sua mãe depois de ter 'matado' um parente de sangue? Não preocupando, mas ansiosa pra saber se vai acontecer com o Tommy ou não. (By the way, achei a personagem Luna muito chata, meio... sem graça:x)

    Jessica e Jason... muito estranho pensar nisso, mas vai ser bem melhor que Jessica e Hoyt ou Jason e Crystal. Primeiro, Jessica e Hoyt, essa coisa de brincar de casinha, amor sincero, os dois fofos e brigando e no final rindo da briga do primeiro episódio, legal sabe, mas meio enjoativo. Na terceira temporada eu estava gostando mais! Jason e Crystal, pelamor, que mulher mais chata! Viciada em V, pantera, e com uma cara de velha horrível (ok, '''coitada''' da atriz), mas o fato de eu odiar tanto a Crystal do livro (convenhamos é bem mais odiável a do livro do que do seriado, por enquanto) ajudou um pouco a eu não gostar da atriz. Jason e Crystal, so over. E por fim, terminando essa parte, eu acho que a Jessica não deveria fazer casal permanente com nenhum personagem, pô, ela deveria fuder e comer quem ela quiser, estilo Pam. Dezessete anos, vampira e gostosa do jeito que ela é (ok, não sou lésbica, mas convenhamos, Deborah = muito linda) o que mais ela deveria fazer é fuder com todos e comer todos. E Jason poderia ajudar ela nisso, afinal, Deus não vai castigar ele mais por ter feito tanto sexo... haha (muito boa a cena dele falando isso).

    (ok, tem continuação o meu comentário...)

    ResponderExcluir
  4. Lettie Mae foi a melhor parte do episódio. Fim. hahaha

    ResponderExcluir
  5. (continuando o mega comentário...)

    Jesus e Lafa... Eu não gosto do Jesus, gostei dele no começo, mas depois... Acabei achando ele meio sem graça, apesar de ser fofo os dois juntos. Essa ida pro México... Que pelo menos os 'poderes' que o Lafa tenha escondido (até por ter tido aquelas visões na terceira temporada) sejam... descobertos ou algo assim e acabem com a Marnie (ou melhor, Antonia). E só eu que ri demais com a cena do Jesus matando um bode e depois o Lafa o chamando de 'Goat Killer'? haha

    Marnie... Antonia... Ainda bem que já no episódio seis a Antonia finalmente vai entrar no corpo da Marnie (a possuir, enfim) já estava na hora de ter mais ação, apesar de eu querer a Marnie/Antonia morta de vez pelo o que fez com o rosto da Pam. A falta da memória do Eric pelo menos veio a calhar pra quem é Team Eric. o/

    E falando na Pam, pô, falcatrua ela ter falado onde o Eric estava, se bem que... olha a cara dela, eu já teria tentado matar todo mundo (Lafa, Tara, Jesus, Marnie...) sem nem sequer ter falado com o Beal. Ela meio que traiu o criador dela, meio não, na verdade ela o entregou bem bonito, mas, dá pra entender... A orelha dela tinha recém saído, beleza haha.

    Agora, a cena mais excitante do episódio: o beijo da Sookie e do Eric. Uma palavra: OHNN! Ok, e agora mais algumas palavras... BEAL, PORQUE VOCÊ VAI SER TÃO PNC? Ok, o Eric provou da Sookie, sabe que ela é uma fada, blablabla, mas sério, supera o fato que tu realmente fudeu com tudo!

    Ok, eu acabei comentando até demais sobre o teu review haha, sorry, eu só estava com uma super vontade de falar sobre o episódio sem ter medo dos 'spoilers'. Agora, só eu que to percebendo que essa temporada o Alan Ball tá focando BEM MAIS nas outras tramas da série e menos na trama da Sookie? Ok, que a maioria envolve a Sookie de certa forma, mas esse drama do Andy por exemplo, focando demais e deixando (como sempre) as melhores cenas Sookie/Eric pro fim ou curtas... Se bem que eu estou adorando essa temporada e gostando até por não ser fiel ao livro, mas bem que poderia focar um pouco mais na Sookie, como era antes, apesar de eu gostar dos outros... enfim! he!


    Vou parar com o sermão/megacomentário! Adorei o seu review Lady, muito bom! :)

    ResponderExcluir
  6. Gabrielle, vou te contratar pra me ajudar com os reviews! hahaha! Adorei suas "sacações".

    Realmente, isso que vc disse do comentário da Luna sobre se transformar no parente é intrigante, mas será que tem alguma representação literal? Tipo, será que há chance do filho realmente se transformar na mãe morta? Eu tbm pensei que a Antonia podia pegar todo esse pessoal que morreu pro time dela, mas os crocodilos lá meio que comeram os Mikens, então nem sei, hahaha! Fato é que essas mortes não aconteceram sem motivo.

    Tô DOIDA pra ver a Antonia realmente entrando em ação... E sério que eu fui a única que a achou meio parecida com o Steven Tyler? HSAUHUSHAUS

    Coitada da Pam, né, meio que se desesperou e a parada escapuliu sem querer querendo... =(

    ResponderExcluir
  7. Realmente, amo os seus posts lady.

    ResponderExcluir
  8. Lady pode me contratar que eu sou fácil ok IUSHAIUSHA mas acredite, de agora em diante vai ter mais comentários meus assim:)

    Isso da Luna eu fiquei mega intrigada, ok ela explicou que se transformou na mãe literalmente, pelo o que eu entendi. Eu só não entendi que se o Tommy matou os pais, ele só vai se transformar nos pais, ou em alguém da família, ou em qualquer pessoa... E eu acho que se a Antonia for ressuscitar alguém deve ser alguém morto por vampiros, algo assim, imagina o tio da Sookie que o Beal matou na primeira temporada voltando! HAHAHA (ok, ele era um pedófilo, mas ri com a ideia!)

    CARAMBA! nem tinha feito a conexão Antonia - Steven Tyler e realmente parece, daqui a pouco ela sai Dream On e mandando vampiros pra luz HUSAHISHAIU

    A Pam continua sendo minha paixão, mesmo com o rosto daquele jeito, tadinha ://

    ResponderExcluir
  9. Mais um ótimo review!!!!!
    Lettie Mae foi épicaaaaaaaaaaaa!
    Pam foi sacana, mas eu entendo... Pô, a cara dela tá se desmanchando e ela tem que ficar lá ouvindo lorota do Beal!
    Eric!! Achei tão mega cutie ele pedindo pra dormir ca Snookie (sorry, só consigo chamar ela assim!).
    Marnie sempre ruleiandooooo!
    TOmara que amanhã chegue loooooogo!

    ResponderExcluir
  10. Gabrielle, um metamorfo ao matar outro de sua própria família pode se transformar em QUALQUER pessoa. Portanto Tommy poderá se transformar em qualquer um de agora em diante. A Luna deixou claro que era assim que as "Skinwalkers" fazim.

    ResponderExcluir
  11. Anônimo, obrigada por esclarecer a minha dúvida, eu ia até rever o episódio que ela fala isso:)

    ResponderExcluir
  12. Sobre Tommy e Sam, acho que só Freud explicaria essa relação dos dois. A meu ver é uma esquema meio "sangue, é sangue e se deu merda a gente ajuda" mesmo que o irmão caçula seja um cretino, filho da puta e burro feito uma porta, mas com pais como Joe Lee e Mamãe Buscapé quem pode culpa-lo? Acho que a sequencia da morte foi muito bem feita, pesada, afinal matar os pais não é uma coisa leviana, mas foi uma questão de sobrevivência pro Tommy, ou o Joe Lee estrangulava ele ou ele o Joe Lee, que não amava nem ele mesmo. No caso da Mamãe Buscapé, ao invés de tentar ajudar a cria que ela pos no mundo e buscar uma vida menos ruim, resolve ir contra e se posicionar junto ao marido truculento e explorador.

    Acho que tirando o Terry, a Arlene e a Holly, ninguém trabalha no Merlotte's, nem a Jess que tinha um trampo como hostess no período da noite. Jesus e Lafa aparentemente foram de carro para o México o que me faz pensar: como eles chegaram tão rápido lá?! Sério mesmo, será que o Jesus se amarra em tunning?

    Falando na Arlene e no Terry, aquele bebê deles é macabro, mas talvez seja só por causa do espírito do Terry querendo vingança. De qualquer forma, na minha humilde opinião esse é um dos núcleos mais bacanas dessa temporada.

    Como o assunto são pessoas macabras, a Marnie saiu da lista das "10 mais apavorantes" para entrar na das "10 mais Patéticas". Ela é muito ingênua se acha que a Antônia tiraria a memória de um vampiro e derreteria o rosto de outro só para proteger o covenzinho dela. É puramente vingança, no que ela tem sua razão, afinal, algumas mágoas duram para sempre (relembremos Russel, Eric e o massacre de uma nobre família nórdica que resultou em gelatina de vampiro).

    E já que o vampiro mais gostoso da parada foi citado, não posso deixar de falar que a versão "cachorro que caiu da mudança e está abandonado na chuva" do sr. Northman está esgraçada pacas, além de muito fofa. Não dá pra culpar a Sookie por finalmente se render ao charme daquele belo par de olhos azuis e abdomen definido com séculos de mortes e caçadas (e vou para por aqui pq a coisa aqui está ficando quente).

    Por falar em abdomen definido, A-D-O-R-E-I o Alcide escorraçando o lobo mal encarado que foi bater na porta dele e tenho certeza que cadela (perdoem o trocadilho) da Debbie ainda vai aprontar.

    Momentos chatos, realmente estão por conta da Jess e do Hoyt. Sério, ele era tão legal, tão aberto, tão fofo e agora virou um mala. Ela é uma vampira, a natureza dela é ingerir sangue e ele sempre soube disso!!! Sem contar que o sangue dela já salvou a pele dele. Então pra que tanto mimimi? Já o menage do Jason com os dois foi engraçado, mostrou bem a influência do sangue da Jess, a ninfomania do Jason e a culpa por querer pegar a namorada do melhor amigo. Novamente, Freud iria se esbaldar com a psicologia desse personagem.

    Por fim, nosso adorado (#NOT) rei empata foda Beal. Virou o bonzão, pegador, mas continua o mesmo inseguro, com inveja do belissímo viking desmemoriado e certamente, como todo bom covrde, apelará aos amiguinhos queridos para poder se enfrentar o querido, já que no mano-a-mano ele levaria a maior surra e voltaria a seu palácio com o rabinho entre as pernas.

    Foi um bom episódio, mas não um dos melhores. Vovó Adele telepaticamente mandando a Sookie correr foi uma das melhores cenas na minha opinião, sacada genial.

    Acho que era isso. Alguma previsão de uando vocês vão conseguir disponibilizar o próximo episódio?

    Beijooo

    ResponderExcluir
  13. Gente, aquele sonho do Jason foi por causa do sangue da Jessica que ele bebeu. É um "efeito colateral" a pessoa q ingeriu o sangue ter sonhos eróticos com o vampiro de quem o sangue foi tirado.

    Lembra qndo o Sam tomou sangue do Bill e teve AQUELE sonho?? #Tenso

    Mas com certeza vai ser ótimo se rolar alguma coisa entre Jason e Jessica pra movimentar a historia *-*

    ResponderExcluir
  14. Cara, como eu amo esse reviews. haha Continue assim, como o pessoal do twitter falou. rs

    ResponderExcluir